• Priscila Mori Vilanova

Você é o presente do seu pai!


E se o seu Pai tivesse sido tudo aquilo que você idealizou para ele?

Mais amoroso.

Mais presente.

Mais generoso.

Mais gentil.

Mais aberto.

Mais saudável.

Sim, um milagre aconteceu, e você teve tudo o que desejou receber dessa figura.

Como Você seria?

O que estaria fazendo agora, como seria sua vida, seus relacionamentos, sua percepção de mundo, sua visão sobre si mesmo?

Se você fizer esse exercício, por alguns minutos, durante alguns dias, vai chegar a uma conclusão surpreendente: Você seria exatamente esta mesma pessoa!

Projetamos na figura paterna, todos os aspectos de ação que nos mobilizam externamente, ou seja, aquilo que nos faz avançar ou travar na vida.

É na figura do Pai que buscamos o aprendizado de “como” nos mover no Mundo.

E eu vou te surpreender novamente: “Seu Pai, fez muito bem o papel dele, indiferente do que tenha ou não feito.”

Ele lhe mostrou que não há regra, não há formula, não há receita!

Ele errou, Ele acertou. Ele ficou, Ele foi. Ele esteve, Ele se ausentou. Ele deu, Ele tirou.

Porque é assim que o Mundo é, uma sequência infinita de movimentos. E o maior desafio, é equilibrar-se durante esses movimentos, escolhendo ora ficar imóvel, ora se deixar levar, ora ir contra, ora ir junto.

Veja que perceber o Mundo como algo que deveria ser imóvel e por isso Seguro, é exatamente o que traz sofrimento.

Querer parar o Mundo ou culpa-lo por se mover, é viver em negação. Aprender a se movimentar com ele ou apesar dele é viver em plenitude.

E como é difícil, não é mesmo!

Pois é, o seu Pai esteve (ou está) aprendendo exatamente isso também. Mas ao invés de aguardar que Ele lhe ensine como adquirir a segurança necessária para enfrentar os movimentos do mundo, mova-se também, descubra por si só, abra caminhos, faça escolhas, aguente as consequências e colha seus próprios frutos.

Olhar para o seu Pai hoje com esse nível de empatia, fará com que sua interação no Mundo seja mais suave, mais leve. Saber que Você é no presente, assim como seu Pai, assim como todos nós; um Ser que está aprendendo a se movimentar, mesmo com todos os ideais impostos e auto impostos, é extremamente pacificador.

Viver em Paz com a figura do seu Pai é viver em Paz com Você e com sua própria postura diante do Mundo.

E qual o melhor presente, para o Homem que lhe mostrou tudo isso?

Você mesmo, pleno e consciente!

#cinesiologia #terapiaholistica #Amor #diadospais #Relacionamentofamiliar #Pai

7 visualizações